domingo, 11 de setembro de 2011

A FLAUTA DE MAIAKÓVSKI

















 um dos maiores poetas do século xx,
Vladimir Maiakóvski também era dramaturgo
e teórico russo.
sua obra tinha tendência revolucionária
e quase sempre sua poesia era voltada 
para o movimento socialista.
morreu em moscou ,em 1930, as 36 anos de idade.
deixando uma obra grandiosa , que tem 
influênciado poetas do mundo inteiro.

A FLAUTA-VÉRTEBRA

A todas vocês,
que eu amei e que eu amo,
ícones guardados num coração-caverna,
como quem num banquete ergue a taça e
[ celebra,
repleto de versos levanto meu crânio.

Penso, mais de uma vez:
seria melhor talvez
pôr-me o ponto final de um balaço.
Em todo caso
eu
hoje vou dar meu concerto de adeus.

Memória!
Convoca aos salões do cérebro
um renque inumerável de amadas.
Verte o riso de pupila em pupila,
veste a noite de núpcias passadas.
De corpo a corpo verta a alegria.
esta noite ficará na História.
Hoje executarei meus versos
na flauta de minhas próprias vértebras.


(Vladimir Maiakóvski)

25 comentários:

Milene Lima disse...

Maravilha seguir esse poema até aqui, não bastasse a sua generosidade em tê-lo compartilhado comigo antes. Em ti, essa sensibilidade encanta... Sempre encanta.

Beijos, meu bem.

Vilma Gonsales disse...

Olá querido, sempre com novidades que aumentam a nossa cultura e nosso gosto pela leitura.
Mais uma pérola! Muito bom estar aqui te visitando, bjos e uma ótima semana!!! Vilma

ValeriaC disse...

Que maravilha amigo...que poema inspiradíssimo...vir aqui é sempre pura cultura...
Boa semana...beijos
Valéria

Universo Paralelo em Versos disse...

Poeta prazer em estar aqui lendo teu blog surpreendendo sempre com pérolas da cultura e cultura não tem nacionalidade tem coração. Lembrando em coração deixo aqui mais um poema dele:
Nos demais,
todo mundo sabe,
o coração tem moradia certa,
fica bem aqui no meio do peito,
mas comigo a anatomia ficou louca,
sou todo coração.
Maiakovski

Assim é teu blog um coração que reside por inteiro do principio ao infinito!

Vivian disse...

Olá,Moisés!!

Não conhecia nem o poema nem o poeta!!Que lindo!!!Fiquei encantada!!
Bela escolha!

**Que bom que você apareceu!!Tudo bem por aí? faço votos que sim!
beijos!!

Entrevidas disse...

Que saudade eu tinha de voce! Como voce esta? Espero que esteja muito bem. Obrigada por postar esse poema, eu não conhecia. Beijos.

Balaio de Poesias disse...

Que maravilha,adoro Maiakóvski.
Parabéns.

Adriana Vargas de Aguiar disse...

O melhor de tudo é o que penso e sinto, pelo menos posso escrever; senão, me asfixiaria completamente.
Pedi a um mês o seu livro, mas a editora nem sempre corresponde com a agilidade as nossas expectativas; o livro já era para ter chegado até você!
Obrigada por seguir o clube dos novos autores! Seja bem vinda e participe de nossa promoção, comentando-nos apenas!
Estamos te seguindo!
Um abraço.
Adriana
Clube dos novos autores

Adriana Vargas de Aguiar disse...

Adorei!!!
Perfeito!
Um abraço linda!
Adriana
Clube dos novos autores

Fátima disse...

Olá Moisés,

Havia me esquecido desse espaço, lembrava-me apenas do "biografia" e foi bom ter vindo aqui, assim supre um pouco do conhecimento que me falta, como te disse no email..rs e por falar nisso, esqueça-o.
Obrigada pela tua disposição em mostrar conhecimento.

Beijo meu

Ana Gaúcha _Professora disse...

Poeta Moisés!!!

Saudadesssssssssssss....
Saudades!!!
bjs*bjs*
__-----____

Eliete disse...

Moisés,maravilha de poema.Bela postagem.bjs

Vivian disse...

Bom dia,Moisés!!

Vim deixar um beijo e desejar uma ótimas semana pra ti!!!
Tudo de bom!!

Francilangela disse...

Demais!

Adriana Vargas de Aguiar disse...

Lindo poema, venho aqui agradecer o comentário no blog Clube dos Novos Autores...
Grata volte sempre.
Adriana Vargas

Adriana Vargas de Aguiar disse...

Flauta,
cascata de pássaros
entornando cantos úmidos.
beijos

Valéria Sorohan disse...

É um lindo poema.

BeijooO*

Drika disse...

Olá poeta =) Seu blog é uma delícia de ler, vc tem bom gosto nas escolhas.

Um abraço no coração, com ares primaveris ;)

Weslley Almeida disse...

Que finalização, o poema. Maiakóviski... Vou me re-debruçar sobre seus escritos...

R. R. Barcellos disse...

Moisés, antes de mais nada parabéns pela data. Tentei entrar nA BIOGRAFIA DO FOGO mas parece que o blog está contaminado por "diariosdeumadesconhecida.blogspot.com".
Se vc remover esse link de sua barra lateral (lista de Blogs favoritos) e qualquer outro que produza o mesmo aviso, creio que isso resolve o problema. O acesso para essa operação - sem copiar arquivos - parece-me seguro.
Abraços.

Ma Ferreira disse...

Ola Moises.....parabens pelo lindo poema que vc compartilhou conosco.

Venho do blog da Milene pq ela disse que tem bolo de aniversario por aqui..rsrs
Queria dar-te os parabens e os mais sinceros votos de felicidade.
Lindo presente que ela te deu.
O poema ficou lindo declamado na linda voz da Milene.

Bj..

Nayara Borato disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Azues. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

http://narroterapia.blogspot.com/

Amandio disse...

Muito bom o seu poema e tenho a maior satisfação e te seguir!
Um abraço e obrigado pelos comentários no Clube dos Novos Autores seja bem vindo sempre que quiser visitar-nos.
Amandio Relações publicas do Clube dos Novos Autores http://clubnovosautores.blogspot.com
Um abraço

Entrevidas disse...

Oi meu amigo! Chove aqui, esta um dia escuro, muito negro mesmo, no mais esta tudo bem, e voce como esta? Desejo um lindo fim de semana com saude e muita paz. Beijos

Universo Paralelo em Versos disse...

Poeta voltando ao Maiskóvski lembrei que esse poema foi musicado por um velho cantor de rock polêmico... esse tal de David Bowie confesso que as primeiras audições desse poema em corpo musical me deixaram totalmente confuso e impressionado pela forma interpretada principalmente quando ele veio para São Paulo fazer o seu show ele só cantou as musicas daquele CD...